Engenharia de Computação

Compartilhe

engenharia

Perfil do Curso

O Curso de Engenharia de Computação combina os alicerces de Engenharia Eletrônica e de Ciência da Computação, uma vez que lida com a interface entre componentes eletrônicos e programas de computadores, como visto em diversos equipamentos como televisores, injeção eletrônica automotivas, dispositivos de controle de rotas aéreas ou marítimas, etc. Ou seja, praticamente todos os aparatos eletrônicos modernos dependem de controles computacionais. Outra área abrangida pelo curso é o campo da automação industrial e robótica.

Mais do que isso, o curso oferecido pela Faculdade Meta busca proporcionar para o aluno uma formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, dotando o profissional dos conhecimentos requeridos para:

Perfil do Profissional

O Bacharel em Engenharia de Computação é o profissional capaz de analisar, projetar, desenvolver, implementar, validar e gerenciar projetos de software (componente lógico de um sistema computacional), hardware (componente físico de um sistema computacional) ou que integrem ambos. Este profissional pode projetar e desenvolver sistemas embarcados, sistemas para automação industrial e para controle de processos, através de uma visão sistêmica e integral da área de computação. Além disso, deverá ter conhecimento dos fundamentos teóricos, científicos e tecnológicos relacionados às áreas de Computação, Física e Eletricidade.

Mercado de Trabalho

O engenheiro de computação tem uma formação ampla que inclui as áreas de Engenharia Elétrica e Ciência da Computação, o que é uma combinação importante para o desenvolvimento das áreas ligadas aos sistemas digitais e é muito atraente para os futuros empregadores.

São exemplos da atuação destes profissionais as áreas de Comunicação de Dados, Automação Residencial, Industrial e Comercial, Microeletrônica, Microprocessadores e Microcomputadores, Processamento Digital de Sinais, Eletrônica Automotiva e Engenharia Biomédica.

Apesar da importância desta área, segundo o MEC (emec.mec.gov.br – acesso em janeiro de 2014), não há nenhuma Instituição de Ensino que ofereça o curso no estado do Amapá, fator este que torna o profissional desta área um pioneiro na região, cabendo a ele todas as oportunidades oferecidas pela área.

A carreira acadêmica é outra opção para um engenheiro de computação, que pode ministrar aulas para cursos técnicos e profissionalizantes. Para os que optam por continuar seus estudos fazendo mestrado e doutorado existe a opção de trabalhar em universidades como professores e pesquisadores.

Para exercer a profissão de engenheiro de computação é necessário, além do diploma de bacharel em uma instituição credenciada pelo MEC, obter um registro junto ao CREA (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia), fato este que garante exclusividade de mercado para os profissionais de nível Superior.